sexta-feira, 25 de outubro de 2013

A civilização romana - parte 6 - Pró-Império

O imperador Otávio Augusto, o maior
símbolo do poder romano, escultura
do século 1 a.C.

Lutas sociais em Roma

As conquistas territoriais possibilitaram a Roma acumular muitas riquezas, mas também fizeram aumentar o número de pobres na cidades e nos campos.
Diante dessa situação,  Tibério Graco, eleito tribuno da plebe em 134 a.C., propôs várias mudanças. Uma delas estabelecia uma ampla reforma agrária que limitava o tamanho das propriedades rurais e distribuía terras àqueles camponeses pobes que lutavam nas guerras.
Apesar de aprovada pelo Senado, a proposta teve forte resistência das elites. Assim, numa rebelião liderada pelos patrícios, Tibério acabou sendo assassinado.
Após dez anos, as ideias de Tibério sobre a reforma agrária foram retomadas por seu irmão, Caio Graco, eleito tribuno da plebe. Além de defender a distribuição de terras para a população pobre, Caio propôs ainda estender a cidadania romana aos povos aliados da Península Itálica. A resistência às propostas de Caio foi geral. Temendo ser assassinado por seus inimigos, ele determinou que um escravo o matasse

O prestígio dos militares

Com as constantes guerras de conquista, cada vez mais longas e distantes da Itália, tornou-se necessário reorganizar o exército romano. O exército não era permanente, mas formado periodicamente pelos cidadãos. Uma cavalaria, composta pelos indivíduos ricos, e uma infantaria, formada pelos camponeses, guerreavam apenas no verão. A partir das reformas implementadas em 111 a.C., Roma passou a ter um exército fixo: voluntários recebiam um salário para combater. Esses novos soldados eram mais ligados aos seus generais, pois deles recebiam terras, escravos e objetos saqueados. Nesse cenário, líderes militares que conquistavam vitórias nas guerras começavam a ganhar prestígio

veja também a continuação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, antes de comentar siga nosso blog!
Somente usuários cadastrados terão pergunta respondidas pelo autor.