sexta-feira, 3 de junho de 2011

Mesopotâmia: o berço da civilização

  • Terra entre rios
Mesopotâmia, em grego, significa "entre rios". Esse nome foi dado pelos antigos gregos ao território situado entre os rios Tigres e Eufrates, onde hoje localizam o Iraque e o Kuwait. É uma área de montanhas e desertos, que tem um clima seco e quente na maior parte do ano. Por essa a razão, há registros da construção de sistemas de canais, dede o Neolítico, para conduzir as águas dos rios para as terras mais distantes e árias.
Graças à irrigação, as aldeiras na Mesopotâmia produziam mais alimentos do que consumiam. O excedente era distribuído por um governo centralizadp, que empregava fucionários e trabalhadores especializados para manter funcionando o sistema de canais de irrigação, e cobrar impostos.
Às margens do rio Tigre e Eufrates formaram-se então várias cidades, habitadas por milhares de pessoas. Nestas cidades os moradores praticaram a agricultura, densevolveram estudos de astronomia e de matemática e criaram o primeiro sistema de escrita da histótia: o sistema cuneiforme

  • Pessoas livres e escravas
Na Mesopotâmia, havia dois grupos principais: o das pessoas livres e a dos escravos. A população livre, com direitos de cidadãos, formavam o grupo mais numeroso. Mas entre eles existiam muitas diferenças sociais: incluía os artesões, os criadores de gado, os escribas, as camponeses e as pessoas mais ricas, que formavam a aristocracia. Faziam parte desse grupo mais rico, os altos funcionários do palácio, o rei e dua família, os sarcedotes, os grandes comerciantes e os generais.
Na Mesopotâmia, os escravos constituíam um minoria. Era prisioneiros de guerra ou, em alguns casos, pessoas livres livres que tinham se vendido, ou sido vendidas por suas famílias, para mercadores de escravos.
  • Uma religião com muitos deuses
Os mesopotâmicos era politeístas, ou seja, cultuavam muitos deuses. Entre eles se destacavam An, deus do céu; Enlil, deus do ar; Enki, deus da água; e Ninhursag, deusa da terra.
Para os mesopotâmicos, os deuses eram semelhantes aos seres humanos, com a diferença que eram poderosos e imortais. Eles casavam, tinham filhos, ficavam tristes zangados, e podiam ser cruéis, invejosos ou caridosos.
Os Templos representavam a moradia dos deuses na Terra. Normalmente era construídos uma torre de escadas chamada zigurate ("prédio alto"). Nas salas dos templos, os sarcedotes realizavam diferentes rituais religiosos: Sacrifício de animias, práticas mágicas e oferenda de estátuas aos deuses.
  • As grandes contribuições da Mesopotâmia